Tamanho do texto

Indicador teve variação negativa de 0,53%, determinada pelo comportamento das cotações no grupo formado por 14 produtos vegetais

O IqPR, índice de preços recebidos pelos produtores agropecuários de São Paulo pesquisado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) - vinculado à Secretaria da Agricultura do Estado -, encerrou a segunda quadrissemana de março com variação negativa de 0,53%. Foi a sexta queda consecutiva do indicador, novamente determinada pelo comportamento das cotações no grupo formado por 14 produtos vegetais.

Neste, a baixa média foi de 2,44%, puxada por tomate para mesa (27,48%), batata (22,85%) e feijão (19,02%). O tomate segue com boa oferta disponível, a batata está em ritmo recuperação após fortes quedas de preços e o feijão reflete a entrada da safra das águas, que estava atrasada, no mercado.

No grupo composto por seis produtos de origem animal, houve valorização média de 4,58%, impulsionada pelas altas da carne de frango (16,29%), cuja demanda se recupero e dos ovos (10,87%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.