Tamanho do texto

Autoridades sanitárias russas anunciaram a suspensão temporária de 85 frigoríficos de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul

selo

O diretor de Relações com Investidores do Frigorífico Minerva, Eduardo Takeiti, informou que a companhia não teve unidades incluídas no embargo russo anunciado hoje pelo Serviço Federal de Inspeção Veterinária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor).

As autoridades sanitárias russas anunciaram a suspensão temporária de 85 frigoríficos dos Estados de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul a partir de 15 de junho, entre os quais estão unidades da Brasil Foods, JBS, Marfrig, Aurora e Doux Frangosul.

"A companhia (Minerva) não opera nos Estados embargados. No fim, a notícia se mostra positiva para nós, já que pode ser uma oportunidade de aumentarmos nossa participação de mercado nas exportações para aquele país", afirmou o executivo da Minera.

Segundo ele, no ano de 2010 as exportações para a Rússia representaram cerca de 15% da receita bruta total do Minerva, alcançando R$ 3,57 bilhões.

"Mesmo se fôssemos atingidos (pelas restrições), temos bastante flexibilidade para atender o mercado de outras unidades", disse Takeiti, ressaltando que o Minerva tem trabalhado na diversificação de mercados nas vendas externas, para não correr o risco de haver concentração de destinos de seus produtos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.