Tamanho do texto

Segundo Conab, esses produtos representam 94% da produção da região Sul

selo

As culturas de milho, soja e arroz são as que devem ser mais afetadas pela seca vista atualmente no Sul do País, na avaliação do gerente de levantamento de safras da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Carlos Roberto Bestetti. Ele ressaltou que esses produtos representam 94% da produção da região Sul.

O pior, segundo o gerente, é que as chuvas continuarão a ficar abaixo da média no Rio Grande do Sul para os próximos três meses. "Pode ser que um mês não chova nada e nos outros chova um pouco. Essa distribuição, não temos", disse. Conforme Bestetti, o impacto do clima sobre a agricultura ainda não parou. Ele salientou que a projeção de que a safra de grãos terá 158,43 milhões de toneladas em 2012 foi feita com informações obtidas até 19 de dezembro.

O gerente considerou que, levando-se em conta as notícias veiculadas recentemente em relação ao clima, a projeção da Conab poderá estar superestimada. "Hoje e amanhã chega a frente fria no Sul. Deve demorar ainda a surtir efeitos para minimizar esse fato", disse. Por isso, de acordo com ele, é difícil apresentar um prognóstico mais perto da realidade. "Falar em números hoje é muito prematuro. Estaríamos chutando."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.