Tamanho do texto

Interesse se deve ao período de entressafra no Centro-Oeste do Brasil e à restrição de oferta no Sul e Sudeste

selo

O primeiro leilão de milho dos estoques do governo registrou hoje demanda para 86,9% da oferta de 46,5 mil toneladas, ou 40,4 mil toneladas. Todo o milho negociado está armazenado em Mato Grosso. O expressivo interesse se deve ao período de entressafra no Centro-Oeste do Brasil e à restrição de oferta no Sul e Sudeste, com vendedores retraídos após as notícias de quebra de produção por conta da estiagem.

Leia mais : Consultoria reduz safras de soja e milho do Brasil

Houve disputa pela maioria dos lotes. Milho localizado em Lucas do Rio Verde, ofertado na abertura a R$ 15,70 a saca de 60 quilos, foi arrematado a R$ 20,16/saca, ágio de 28%. Já lote de Rondonópolis, que tinha preço inicial de R$ 18,90/saca, saiu a R$ 20,37/saca, alta de 7,7%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas