Tamanho do texto

É a primeira vez que torrefador reconhece não estar se beneficiando com a queda da commdity

Torrefadoras de café, tais como a Illycaffè, não estão sendo capazes de aproveitar os preços em mínimas de 17 meses, pois ainda estão trabalhando com de estoques que compraram a níveis muito mais elevados, disse à Reuters o presidente-executivo da Illycaffè.

Importadores norte-americanos disseram nas últimas semanas que o mercado físico tem estado surpreendentemente calmo, sobretudo devido à queda dos preços futuros para abaixo de 2 dólares por libra-peso, pela primeira vez em quase um ano e meio.

Eles atribuem isso às torrefadoras trabalhando fora do estoque do ano passado, mas esta é a primeira vez que um torrefador reconhece à Reuters que eles não estão se beneficiando da queda dos preços.

"Nós estocamos café para um ano inteiro, o que significa que agora estamos no processo de uso do café que compramos no ano passado, quando o café (preço) estava muito maior do que isso", disse Andrea Illy, presidente-executivo da Illycaffè.

"Então, uma vez que compramos o café, entre julho e outubro ou novembro, é isso."

Illy falou em intervalo da conferência da Associação Nacional de Café dos EUA, ao final da semana passada, em Charleston.

A Illycaffè é um torrefadora de alta qualidade baseada em Trieste, na Itália. Seu total de vendas globais anuais é de 450 milhões de dólares, tornando-a a décima terceira maior empresa de café, disse Illy.

A torrefadora de terceira geração, no entanto, não estava frustrada e disse que tentar maximizar o benefício por meio da compra de café pelo preço mais baixo possível, se torna simplesmente um exercício especulativo, em que você ganha alguma coisa e perder outras.

"Os torrefadores são cobertos e fixaram os preços em níveis mais elevados, e estão tendo que trabalhar com o café de alto custo até o ponto onde eles podem tirar proveito do mercado", disse um importador, no sábado.

O contrato de referência subiu acima de 3 dólares por libra-peso em maio de 2011, em uma alta de 11 meses estimulada pela preocupação com a oferta limitada e compras especulativas, forçando muitos torrefadores a aumentarem seus preços. A Illycaffè aumentou seus preços duas vezes em 2011 e novamente em cerca de 4 por cento em janeiro.

A alta fez a produtora norte-americana de café embalado, a JM Smucker Co, fabricante do café Folgers, e a Kraft Foods Inc, fabricante do Maxwell House, aumentarem seus preços de varejo em quatro vezes dentro de um ano. Ambas as empresas diminuíram seus preços de lista em agosto passado, com o recuo do mercado de futuros.

A maior rede de lojas de café do mundo, a Starbucks Corp, elevou o custo do seu café embalado por duas vezes nos Estados Unidos, devido ao rali.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.