Tamanho do texto

Companhia canadense vai manter fechada a fábrica de Saskatchewan por mais quatro semanas, até 3 de março

selo

A companhia canadense de fertilizantes Potash Corp of Saskatchewan afirmou nesta quinta-feira que vai manter fechada a fábrica de Saskatchewan por mais quatro semanas, até 3 de março. O porta-voz Bill Johnson confirmou o corte na produção da mina de Rocanville. Ele disse, no entanto, que os funcionários continuarão trabalhando durante o período.

Leia : Agência de risco DBRS prevê forte volatilidade para potássio

A Potash anunciou três cortes de produção, conforme afirmou a Lazard Capital Markets em nota aos clientes, num momento em que a indústria se esforça para superar a queda dos preços. Recentemente, a demanda recuou, pesando nas cotações. A companhia russa Uralkali também anunciou cortes na produção. Analistas esperavam que o vácuo na demanda fosse temporário, pois os preços agrícolas permanecem elevados, o que incentiva produtores a plantar mais.

"A demanda deve ser retomada seriamente, conforme nos aproximamos da temporada de plantio de primavera nos Estados Unidos", disse o analista Edlain Rodriguez, da Lazard Capital. Com essa redução, a Potash diminuiu a produção em 1,2 milhão de toneladas, ou 10% da capacidade operacional total da companhia, segundo Rodriguez. As concorrentes Mosaic e Agrium não anunciaram planos semelhantes, embora a Mosaic tenha reduzido a produção de fertilizantes de fosfato. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas