Tamanho do texto

Em receita, o setor obteve US$ 3,5 bilhões com as exportações, contra US$ 2,8 bilhões no mesmo período do ano passado

As exportações de carne de frango do Brasil atingiram 1,66 milhão de toneladas no acumulado de janeiro a maio, crescimento de 5,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, informou nesta quinta-feira a Ubabef (União Brasileira de Avicultura).

Em receita, o setor obteve US$ 3,5 bilhões com as exportações, contra US$ 2,8 bilhões no mesmo período do ano passado, uma alta de 25%, percentual bem maior do que a registrada para os volumes embarcados, em função de melhores preços em dólar.

O setor avalia que tem compesado um câmbio desfavorável e maiores custos com insumos com melhores preços pagos em dólar no mercado internacional --a Ubabef não divulgou o preço médio da exportação no acumulado do ano. Em maio, segundo o governo, houve uma alta de 27% em relação ao mesmo mês do ano passado para o frango in natura.

"A política cambial, aliada aos preços dos insumos, continuou a onerar o comércio internacional brasileiro de aves", afirmou em nota o presidente da Ubabef, Francisco Turra, referindo-se à perda que o setor registra quando converte os dólares das vendas externas em reais.

Ele lembrou ainda que o milho, principal insumo da ração animal, teve alta de 70% "em um ano".

O executivo também mostrou preocupação com o fato da Rússia ter embargado algumas unidades de produção.

"Apesar da estabilidade do setor, estamos preocupados com o desenrolar da questão russa e também com o preço do milho...", afirmou.

Segundo a Ubabef, as exportações brasileiras de frango registraram alta de 5,1% em maio deste ano, ante o mesmo mês do ano passado. Ao todo, foram 338,52 mil toneladas.

Com isso, as vendas de frango do Brasil no mercado internacional obtiveram receita de 742,6 milhões de dólares no quinto mês de 2011, alta de 32% ante o mesmo período do ano passado.

No comparativo mês a mês, o volume embarcado em maio registrou alta de 4,1% em relação a abril deste ano, e em receita houve aumento de 7,7% na mesma comparação.

"Principal produto de exportação do setor avícola, a carne de frango congelada ou refrigerada registrou um volume total de 290,3 mil toneladas embarcadas no quinto mês de 2011, com receita de US$ 594,5 milhões...", relatou a entidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.