Tamanho do texto

Segundo especialistas, mesmo com aumento, estoques seguem muito baixos e não deve haver repercussão nos preços do produto

selo

A Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR) estimou que o estoque de suco de laranja concentrado e congelado (FCOJ) e não concentrado e não congelado (NFC) nas indústrias brasileiras será de 324 mil toneladas em 30 de junho deste ano, na passagem entre as safras 2011/12 e 2012/13. O volume é 51,4% superior às 214 mil toneladas de 30 de junho de 2011 e, segundo a CitruBR, corresponde aos estoques totais convertidos para o equivalente em FCOJ, que tem 5,8 vezes menos água que o NFC.

A CitrusBR informou que os estoques de passagem correspondem ao volume total de 535 mil toneladas, excluindo as 311 mil toneladas retidas como garantia do financiamento da Linha Especial de Crédito (LEC) criada pelo governo para a safra 2011/12, o que daria um total inicial de 224 mil toneladas de passagem. Mas, do total retido pela LEC, cerca de 100 mil toneladas poderão ser liberadas no início da safra 2012, o que elevaria a disponibilidade de estoque para as 324 mil toneladas equivalentes em FCOJ.

"Como os estoques ainda seguem muito baixos, não devemos ter repercussão nos preços no curto prazo. Se ocorrer isso durante dois anos (alta nos estoques e na produção), aí pode haver pressão de preços, mas neste ano não", disse Christian Lohbauer, presidente da CitrusBR. Segundo ele, as variações dos estoques e dos preços nos próximos anos dependem de outros fatores, como a produção, o consumo e a manutenção da LEC para outras safras.

Para Lohbauer, além de ser importante para a retomada dos estoques de suco, considerados os mais baixos da história no início da safra 2011/12, a LEC estimulou os preços da bebida em um cenário de estabilidade nas exportações. "Essas 311 mil toneladas não deveriam estar aqui e seriam exportadas", disse. As mais de 200 mil toneladas ainda retidas pela LEC só serão liberadas a partir de 2013.

O levantamento da CitrusBR mostrou, ainda, que os estoques de suco de laranja em 31 de dezembro de 2011 foram de 932 mil toneladas, conforme Lohbauer já havia antecipado à Agência Estado. Como algumas processadoras produziram suco no início de 2012, o volume atual estaria em torno de 1 milhão de toneladas equivalentes em FCOJ.

"Mas o que importa para ao mercado é o estoque de passagem, já que as indústrias param e os estoques são consumidos", disse. De acordo com o executivo, a safra 2011/12 de laranja no parque comercial citrícola brasileiro - entre São Paulo e o Triângulo Mineiro - foi de 377 milhões de caixas (de 40,8 kg). Desse total, 340 milhões de caixas foram processadas, alta de 36% sobre as 250 milhões de caixas da safra 2010/11. A primeira estimativa da próxima safra deve ser divulgada até maio, segundo Lohbauer.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.