Tamanho do texto

Empresa deve usar recursos para refinanciar dívidas anteriores

O grupo sucroalcooleiro Cosan prepara uma emissão de US$ 300 milhões em notas perpétuas com o propósito de levantar recursos para o refinanciamento de dívida e outras "finalidades corporativas". A planejada emissão - a ser feita pela Cosan Overseas Limited - já recebeu a nota de risco de crédito "BB" pela agência de classificação de risco Fitch Ratings.

Nesta semana, a Fitch elevou notas de risco de crédito da Cosan como resultado do avanço de uma planejada associação com a Shell nas áreas de produção etanol e açúcar e na distribuição de combustíveis. A expectativa é que a joint venture seja concluída em março do ano que vem, a depender também da aprovação de autoridades reguladoras. "Se a negociação não for concluída, os ratings poderão retornar aos patamares anteriores", alerta a agência, que acredita que a qualidade de crédito das empresas resultantes dessa associação será mais forte do que a da Cosan.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.