Tamanho do texto

Ribeirão Preto, 29 - O clima deve favorecer a colheita de cana-de-açúcar nos próximos 15 dias nas principais regiões produtoras da cultura do País

selo

Ribeirão Preto, 29 - O clima deve favorecer a colheita de cana-de-açúcar nos próximos 15 dias nas principais regiões produtoras da cultura do País. Não há previsões de chuva para o centro e o norte de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, de acordo com o engenheiro agrônomo e agrometeorologista da Somar Meteorologia Marco Antonio dos Santos, em relatório de hoje. ¿?reas de cana do Paraná, sul de São Paulo e de Mato Grosso do Sul podem ter a colheita suspensa por causa de chuvas previstas para esta semana. "(A chuva) irá favorecer as novas áreas de cana plantadas entre os meses de março e maio; mas a estiagem nas demais regiões pode comprometer esses novos canaviais", informou, em nota. A Somar informou que não ocorreram geadas em canaviais paulistas, mineiros e paranaenses, mesmo com a queda brusca das temperaturas neste início de semana. "Portanto, não houve quebra nos potenciais produtivos das lavouras", explicou Santos. Para ele, temperaturas baixas, em períodos mais secos beneficiam a concentração de açúcar na planta e devem elevar a produtividade e rendimento nas usinas. "E não há indicativos de formação de geada para os próximos 15 dias em nenhuma região produtora do Brasil", concluiu. Para o diretor do Centro de Cana do Instituto Agronômico (IAC), Marcos Landell, o maior problema das geadas são para os canaviais recém plantados, cujas folhas podem ser queimadas. No entanto, segundo ele, a cultura reinicia o ciclo e volta a crescer. "O maior problema é o atraso no planejamento para a colheita em regiões atingidas por geadas", disse Landell, durante o "5º Workshop Agroenergia: Matérias Primas", em Ribeirão Preto (SP). Já o agrônomo e consultor Luiz Carlos Corrêa Carvalho, da Canaplan, afirma ter ouvido relatos de geada apenas em regiões sem produção de cana, mas disse acreditar que a ameaça climática ainda não está afastada, diante da previsão de um inverno rigoroso no Centro-Sul. No entanto, segundo Carvalho, "a qualidade da cana está tão ruim nesta safra que uma geada pouco prejudicará a que ainda não foi colhida", disse. Carvalho relatou ainda o aumento da florada nos canaviais de várias regiões produtoras, o que prejudica ainda mais a qualidade da cultura. "Com a florada, a cana para seu processo de crescimento e precisa ter colheita rapidamente, já que perde açúcar que tem armazenado", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.