Tamanho do texto

Valor da transação não foi revelado; joint venture irá atuar no segmento de açúcar, etanol e bioeletricidade

selo

A gigante norte-americana Cargill , uma das maiores produtoras e processadoras de alimentos do mundo, anunciou nesta quinta-feira a assinatura de um acordo com o Grupo Usina São João (USJ) para a criação de uma joint venture no segmento de açúcar, etanol e bioeletricidade. Cada uma das empresas terá fatia de 50% na parceria e a gestão será compartilhada.

Na prática, a multinacional assumirá metade das operações no Estado de Goiás do tradicional grupo brasileiro, com 60 anos de atividade. O valor da transação não foi revelado. A Usina São João, em Araras (SP), pioneira da companhia, não integra a nova empresa. A Cargill informou que a conclusão da transação, prevista para os próximos meses, "está sujeita a aprovação das autoridades regulatórias".

A nova empresa reunirá os ativos industriais goianos do Grupo USJ - as Usinas São Francisco, em operação desde 2007, na cidade de Quirinópolis, e a Usina Cachoeira Dourada, em construção no município de mesmo nome. "Parte do capital investido pela Cargill na joint venture será utilizado na conclusão da Usina Cachoeira Dourada, que deverá entrar em operação na safra de 2013, além de outros aprimoramentos na Usina São Francisco", informa comunicado da empresa.

A joint venture "passará a ser sucessora dos contratos de fornecimento de cana-de-açúcar mantidos com produtores da região", informou a companhia. Após a conclusão dos investimentos, a capacidade para processamento de cana-de-açúcar das duas usinas juntas será de 7,5 milhões de toneladas por ano. As unidades produzirão açúcar e etanol, além de unidade geradora de energia elétrica a partir de bagaço de cana, com capacidade para gerar 120 MW/h, dos quais um terço atende a sua própria demanda.

Marcelo Andrade, diretor do negócio açúcar e etanol da Cargill no Brasil, informou que o investimento vai ao encontro da estratégia da companhia neste segmento. "Tratam-se de duas usinas novas, com escala de produção competitiva, em uma região que adota práticas modernas de plantio e colheita 100% mecanizados".

Com a operação, a Cargill amplia sua participação no mercado de bioenergia brasileiro, iniciada em 2006, quando adquiriu do empresário Maurílio Biagi Filho 64% do capital da Cevasa, em Patrocínio Paulista (SP).

Já o presidente do Grupo USJ, Hermínio Ometto Neto, informou que o objetivo da empresa em Goiás "sempre foi transformar a região em um polo de produção sustentável de alimentos e energia renovável, a partir de cana-de-açúcar, desenvolvendo também a cadeia produtiva na região". O Grupo USJ contou com assessoria financeira do Banco Votorantim e do Banco Itaú BBA na operação. "A parceria com a Cargill significa um importante passo em nossa estratégia de crescimento", informou Ometto Neto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.