Tamanho do texto

Segundo a empresa, decisão é "uma sinalização importante do órgão, pois contribui para a busca de um acordo"

A Brasil Foods (BRF) afirmou em nota que a decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de adiar o julgamento da fusão entre Perdigão e Sadia, que deu origem à empresa é "uma sinalização importante do órgão, pois contribui para a busca de um acordo que atenda, ao mesmo tempo, os interesses de toda a sociedade brasileira".

A empresa declarou ainda que "o empenho para uma solução negociada é um importante sinal de maturidade institucional do órgão antitruste e também do setor privado nacional".

Em sessão ordinária realizada nesta quarta-feira, em Brasília, o conselheiro Ricardo Ruiz recomendou o adiamento do julgamento, atendendo a um pedido de BRF e Sadia. A data para a retomada do processo será definida posteriormente pelo próprio conselheiro Ruiz.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.