Tamanho do texto

Somente nos primeiros meses deste ano, há um crescimento de 40% em relação ao mesmo período do ano passado

selo

A fila de caminhões que escoa a safra de grãos do Paraná e Mato Grosso pelo Porto de Paranaguá chegou na tarde de ontem ao quilômetro 17 da BR-277, de acordo com informações da concessionária Ecovia Caminhos do Mar. Os caminhões ficaram postados às margens da rodovia. Segundo a assessoria do porto, o aumento atípico na exportação dos grãos é uma das explicações para a formação da fila. Somente nos primeiros meses deste ano, há um crescimento de 40% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os produtores querem aproveitar o preço em torno de R$ 45,50 a saca de soja para colocá-las rapidamente no mercado. Além disso, a safra de cerca de 22 milhões de toneladas de soja de Mato Grosso, dos quais 50% já colhidos, precisa ser escoada. No total, a previsão de grãos em Mato Grosso é de 35 milhões de toneladas. O Paraná, apesar da quebra prevista em razão da estiagem, também terá uma das maiores safras de sua história. Segundo a assessoria do porto, a fila não estava parada, pois o clima tem ajudado no escoamento.

Para garantir que não haja problemas nas rodovias, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa na quinta-feira a Operação Safra 2012, que se estenderá até o dia 30 de junho. O foco principal será a BR-277, no trecho entre Curitiba e o porto, além dos acessos pelas BRs 376 e 116, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com a PRF, além da tentativa de impedir a formação de filas, a operação pretende combater alguns tipos de crime, entre eles assaltos a caminhoneiros, saques de carga e exploração sexual de menores. Em nota, a PRF disse que somente em casos excepcionais será permitida fila de caminhões limitada ao quilômetro 25 da BR-277.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.