Tamanho do texto

As exportações de carne de frango também acumulam aumento no ano, de 1,7% em volume, mas caíram em valor

Reuters

As exportações de carne bovina do Brasil entre janeiro e agosto somaram 1,045 milhão de toneladas, aumento de 10,43% na comparação com o mesmo período do ano passado, com o setor prevendo recordes de embarques em 2014.

As exportações de carne bovina somaram US$ 4,75 bilhões, alta 13,78%
Macos Santos/USP Online
As exportações de carne bovina somaram US$ 4,75 bilhões, alta 13,78%

Em faturamento, as exportações de carne bovina atingiram US$ 4,75 bilhões, alta 13,78% na mesma comparação, afirmou a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), nesta quarta-feira (10).

Os números positivos devem-se especialmente à demanda de Hong Kong e Rússia, que continuam liderando o ranking de mercados importadores de carne brasileira, disse a Abiec em nota.

"Com esses resultados, o Brasil consolida sua posição de maior fornecedor de carne bovina do mundo", disse o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli, no comunicado.

Segundo Camardelli, mercado brasileiro contou com diversas notícias positivas neste ano, como o fim do embargo chinês e habilitação de novas plantas para exportação para Rússia, suspensão do embargo do Irã e Egito para carne de Mato Grosso.

"Essas iniciativas... oferecem uma perspectiva animadora para batermos recorde de exportação em 2014", declarou.

Comportamento do frango

As exportações de carne de frango do Brasil também acumulam aumento no ano, de 1,7%, para 2,605 milhões de toneladas, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) nesta quarta-feira, em nota.

O desempenho em receita, entretanto, registrou redução de 4,6%, para US$ 5,163 bilhões, entre janeiro e agosto de 2014, com preços mais baixos.

Conforme o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, o desempenho acumulado do ano tem sido influenciado pela forte elevação em mercados de médio e grande porte.

"Foram notáveis o desempenho da China, com elevação de 20% nos embarques após a habilitação de cinco novas plantas, e da Venezuela, que quase dobrou as compras de carne de frango brasileira", disse ele.

Mercados de médio porte, como Vietnã, Angola e México, também se destacaram neste contexto, acrescentou ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.