Tamanho do texto

Segundo meteorologistas, porém, os danos tendem a ser pequenos, porque a maior parte das plantas já está madura

Reuters

Uma onda de frio que deve varrer a parte norte do cinturão produtor de milho e soja do Meio-Oeste dos Estados Unidos no final de semana, poderá afetar algumas safras de maturação tardia, mas a maior parte das plantas não devem ser afetadas, disse um meteorologista agrícola nesta quinta-feira.

Leia também:  Seca nos EUA afeta mercado de aves e suínos no Brasil

"Eu não posso dizer com certeza que não haverá nenhum dano, pode haver algum dano em áreas tardias, mas a maioria está madura e de qualquer forma isso não é realmente o início de uma geada", disse John Dee, meteorologista da Global Weather Monitoring.

Dee disse que a massa de ar fria está indo em direção ao Meio-Oeste e cerca de dois terços ao norte da região produtora vão passar por temperaturas baixas e abaixo de zero nas manhãs de domingo e segunda-feira.

Leia ainda:  Seca se agrava nos EUA e Brasil vai se tornar maior produtor de soja do mundo

"As temperaturas devem ficar na faixa dos -2 graus Celsius aos 0 graus no centro da região Meio-Oeste e mais frio ao norte", disse ele.

O Departamento de Agricultura norte-americano (USDA) disse na segunda-feira que 94% da safra de milho dos EUA já estava madura, acima da média de cinco anos, de 72%. Segundo o USDA, a safra de soja estava 85% madura ou soltando folhas, acima da média de cinco anos, de 77%.

A primeira queda significativa de neve no ano ocorreu em uma pequena área no nordeste da Dakota do Norte e de Minnesota, incluindo o Vale do Red River, onde agricultores ainda estão realizando colheita de milho e soja.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.