Tamanho do texto

Meteorologistas dizem que a combinação de altas temperaturas e poucas chuvas vão continuar a diminuir as previsões de produção das safras 2012 de milho e soja

Reuters

Chuvas esparsas nas últimas 24 horas foram de pouca ajuda para as plantações de soja e milho do Meio-Oeste norte-americano, que estão se deteriorando rapidamente devido à pior seca no país desde 1988, com previsões de poucas chuvas para as próximas duas semanas, disseram meteorologistas neste sábado.

"De maneira geral, as chuvas de ontem não vão aliviar a seca, pois elas foram chuvas esparsas e fragmentadas. Certamente algumas áreas isoladas vão se beneficiar, mas não vai ser a solução para a seca", disse Dan Pydynowski, meteorologista da AccuWeather.

VejaCitrosuco reduz prejuízo em 29% em 2011

Somente cerca de 25% do Meio-Oeste recebeu alguma chuva na sexta-feira, com a maior parte atingindo os Estados de Wisconsin, Minnesota, o leste de Iowa, o nordeste do Missouri e alguns pontos no centro e no norte de Illinois, disse Joel Widenor, meteorologista do Commodity Weather Group (CWG).

Meteorologistas concordaram que a combinação de altas temperaturas e poucas chuvas vão continuar a diminuir as previsões de produção das safras 2012 de milho e soja.

A seca e o calor levaram o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a diminuir sua previsão para a produção do milho para 12,970 bilhões de bushels, ante projeção anterior de 14,790 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas