Tamanho do texto

Gigante do suco de laranja perde R$ 192,2 mihões e prevê ativar em 2012 nova empresa resultante da fusão com a Citrovita, do grupo Votorantim

Agência Estado

A Citrosuco/Fischer, companhia brasileira produtora de laranja e de suco da fruta, registrou prejuízo líquido de R$ 136,512 milhões no País em 2011, queda de 29% sobre o prejuízo líquido de R$ 192,296 milhões no ano anterior.

Segundo demonstrações financeiras relativas aos anos encerrados em 31 de dezembro, no ano passado a receita da Citrosuco foi de R$ 1,143 bilhão, leve queda de 1,55% ante o total de R$ 1,161 bilhão do faturamento de 2010.

As demonstrações financeiras devem ser as últimas individuais da Citrosuco, que, no final do ano passado, teve autorizada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a fusão das operações do setor com a Citrovita, do Grupo Votorantim.

No balanço, a Citrosuco relata que "a nova companhia irá produzir, vender e exportar suco de laranja concentrado e não concentrado e os respectivos subprodutos nas seis plantas industriais brasileiras e uma nos Estados Unidos da América, utilizará o suporte logístico de cinco embarcações próprias e três alugadas e seis terminais portuários".

Segundo a companhia, "essa associação irá gerar grandes sinergias e eficiências de escala nos processos produtivo, de venda e cadeia de exportação, incrementando sua competitividade no mercado internacional". A previsão é que a nova empresa, ainda sem nome, seja efetivada "durante o ano de 2012".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.