Tamanho do texto

A neozelandesa I love ugly usou corpo femininos nus para divulgar linha de joias para homens e não agradou muita gente

A grife masculina de roupas neozelandesa I Love Ugly lançou uma campanha para divulgar a nova coleção de joias para homens. Para isso, usou corpos femininos nus e mãos masculinas com as peças cobrindo as partes íntimas.

Campanha foi bombardeada por mulheres e homens indignados na internet
Divulgação
Campanha foi bombardeada por mulheres e homens indignados na internet

O anúncios da campanha, que não estão no site da marca, mas podem ser encontrados na página oficial no Facebook, causaram desconforto em internautas mulheres pela forma como o corpo feminino é objetificado.  A maioria das críticas veio do Twitter.

"Vocês não estão fazendo algo bom quando contribuem ativamente com um sistema que trata as mulheres como cidadães de segunda classe", disse uma internauta.

Apesar da massiva crítica, homens também se indignaram e criticaram a postura da marca. Um deles ainda questionou a qualidade intelectual e técnica dos publicitário da campanha. "Se a I love ugly se acha revolucionária ao utilizar sexualmente o corpo de uma mulher para vender uns anéos, eles são idiotas e sexistas", disse um usuário do microblog. 

Apesar das críticas, a I love ugly não se pronunciou publicamente sobre o caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas