Tamanho do texto

Campanha do Burger King para o Dia Internacional da Paz, da ONU, foi recusada pelo McDonald's em post no Facebook

Após a negativa do "cessar-fogo na guerra dos hambúrgueres" pelo McDonald's, o Burger King pode ter ganho um novo parceiro para celebrar em conjunto o "Dia Internacional da Paz", em 21 de setembro. Mesmo sem ser o alvo da ação, que ganhou anúncios de página inteira nos jornais norte-americanos, a rede brasileita de fast-food Giraffas já se antecipou e, por suas redes sociais, disse que aceita a ação.

Giraffas
Reprodução
Giraffas "aceitou" parceria com o BK e postou nas redes sociais uma arte mista das duas marcas




Na mesma linha da proposta do BK, o Giraffas propôs uma mistura entre sanduíches típicos dos dois restautantes, sugerindo até mesmo alguns nomes. "BKBrutus ou GiraWhopper? ‪#‎PeaceDay", foi a mensagem postada no Facebook para acompanhar a arte.

A recusa do McDonald's gerou muito descontentamento dos internautas, já que o Burger King fez uma ação completa, incluindo site e planejamento de loja-conceito com padronização e uniformes direcionados ao evento – sem contar com todo o investimento publicitário.

Parte da proposta gráfica do Burger King ao McDonald's
Divulgação
Parte da proposta gráfica do Burger King ao McDonald's













O iG entrou em contato com a rede Giraffas, que explicou que nenhum contato oficial foi feito com o Burger King. Por meio da assessoria de imprensa, a empresa afirmou que apenas "surfou a onda" da proposta negada pelo McDonald's no ambiente digital, mas afirmou que considera uma eventual resposta. A reportagem não conseguiu contato com o Burger King. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.