Tamanho do texto

Setores de construção, educação e transporte são os mais penalizados, enquanto petróleo e gás registram maior alta

Lojas Renner
Reprodução/Site oficial
Lojas Renner

Levantamento da consultoria Economatica aponta que o valor de mercado das empresas de capital aberto, com venda de ações na bolsa de valores, subiu 6,23 % neste ano. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (16).

O valor de mercado de 293 empresas de capital aberto brasileiras cresceu R$ 130,6 bilhões no ano – até o dia 15 de junho –, puxado pelo setor de petróleo e gás que no período tem crescimento de R$ 50,2 bilhões ou 35,47%. No final de 2014 o setor, que tem sete empresas listadas na bolsa, fechou com R$ 141,6 bilhões ante os R$ 191,9 bilhões registrados no dia 15 de junho.

Leia mais:  Bala Juquinha volta e Rio de Janeiro receberá 50 toneladas por mês

10 empreendedores de sucesso com menos de 30 anos

Com preço na lona, é hora de comprar ações da Petrobras?

De acordo com a análise efetuada, a Lojas Renner foi a empresa com maior crescimento no valor de mercado no período analisado com crescimento de 46,4%, dentre as empresas que compõem o Ibovespa (índice referência da bolsa brasileira). No final de 2014 a empresa tinha R$ 9,7 bilhões de valor de mercado ante R$ 14,2 bilhões no dia 15 de junho. 

Em segundo lugar, a Suzano Papel e Celulose teve alta do valor de mercado de 43,3% ao passar de R$ 12,2 bilhões, em 31 de dezembro, para R$ 17,5 bilhões, em 15 de junho. Seguida da JBS, alta de 41,7%, de R$ 32,3 bilhões para R$ 45,8 bilhões. A Petrobras teve incremento de 40%, ao passar de R$ 127,5 bilhões, em dezembro, para 178,4 bilhões em 15 de junho.

O segundo setor com maior crescimento é o de papel e celulose (com quatro empresas listadas), que elevou o valor de mercado em R$ 14 bilhões ou 31,44% no ano.

Já na ponta negativa, com recuo nos valores de mercado, está o setor de construção com perda de 19,94%. No final de 2014 o setor (com 20 representantes) fechou com R$ 20,5 bilhões contra R$ 16,4 bilhões no dia 15 de junho. O segundo setor com maior queda no valor de mercado é o de educação com recuo de 19,49%, o que representa uma perda de R$ 8,2 bilhões no valor de mercado das empresas.

Eles saíram do nada para se tornar bilionários:




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.