Tamanho do texto

O pastor defende que consumidores não comprem produtos de empresas que divulguem seus produtos para homossexuais

O líder evangélico Silas Malafaia  propôs em vídeo divulgado na noite desta terça-feira (2) o boicote a empresas que associam seus produtos ao público gay, particularmente O Boticário. A rede de perfumarias lançou recentemente uma campanha para o Dia dos Namorados em que há dois casais gays – dois homens e duas mulheres.

Leia tambémComercial de O Boticário com casais homossexuais chega ao Conar

Exaltado, Malafaia, conhecido pelo discurso contra homossexuais, pede que evangélicos, católicos, espíritas e ateus fiquem contra as empresas que fazem algum tipo de campanha voltada a esses consumidores. Em outro trecho do vídeo, Malafaia defende o modelo de família formado por homem e mulher: "Eu tenho direito de preservar macho e fêmea. Nós somos a maioria".

Malafaia propôs boicote a marcas que, como O Boticário, se relacionam com o público gay
Reprodução
Malafaia propôs boicote a marcas que, como O Boticário, se relacionam com o público gay


O pastor, que recentemente falou mal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , chamou de "ditadura da opinião" o fato de ser criticado pela posição contrária aos gays. "Eu posso criticar qualquer comportamento", argumenta no vídeo.

Assista o vídeo publicado por Silas Malafaia:

O vídeo de Malafaia, que dura quase 3 minutos, termina com a proposta: "Vamos dizer não. Deus abençoe a todos Deus abençoe você e sua família." Em sua conta no Twitter, o pastor publicou com o vídeo frases do tipo "Vamos boicotar O Boticário" e "Não adianta chorar! Tenho o direito de criticar o comportamento gay."

No mesmo dia em que Malafaia divulgou o vídeo de boicote ao Boticário, foi confirmado pelo Conselho Nacionalde Autorregulamentação Publicitária (Conar) que cerca de 20 consumidores entraram com queixas contra a empresa de cosméticos e o comercial com casais gays.

Veja outras campanhas publicitárias polêmicas ou de gosto duvidoso.


"



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.