Tamanho do texto

Há interdição em locais como a pista expressa da Anhanguera, que liga a capital ao interior do estado, na altura do km 19

Agência Brasil

Manifestantes contrários ao Projeto de Lei 4.330/2004, que regulamenta as atividades de terceirização no país, bloqueiam três rodovias em São Paulo. Os atos integram o Dia Nacional de Paralisação, que terá protestos nesta quarta-feira (15) ao longo do dia em todo o Brasil, convocados por centrais sindicais.

Hoje:  Grupos fazem ato contra a direita e a terceirização

A interdição na pista expressa da Rodovia Anhanguera, que liga a capital ao interior do estado, ocorre na altura do quilômetro 19. Segundo a concessionária AutoBan, um grupo de 100 pessoas que ocupa todas as faixas no sentido capital paulista desde as 7h colocou fogo em pneus. Os manifestantes fazem parte do Movimento Luta Popular e são moradores da Ocupação Esperança.

Na Via Anchieta, o protesto causa bloqueio na pista marginal, sentido litoral, na altura do quilômetro 15. A Ecovias, concessionária que administra a rodovia, informou que os motoristas são desviados para a pista central, no quilômetro 13.

Leia mais:  Quem foram os protagonistas da votação a favor da terceirização

A Via Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, teve o tráfego bloqueado na pista marginal, altura da cidade de Guarulhos, até as 6h30. O trânsito foi parado por 30 minutos, o que ainda gera lentidão na chegada à Marginal Tietê, na capital paulista.

Veja imagens das manifestações contra a terceirização:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.