Tamanho do texto

Em 24 de outubro, ações preferenciais valiam R$ 16,30, e nesta segunda fecharam em R$ 9,18 ( -43,7%), ações ordinárias (ON), valiam R$ 15,70 e fecharam em R$ 8,52 (-45,7%)

Em meio aos escândalos de corrupção na Petrobras, as ações ordinárias (PETR3) e preferenciais (PETR4) da maior estatal brasileira chegaram a valer R$ 8,52 nesta segunda-feira (15). Consequentemente, quem detém papéis da empresa, está amargando um prejuízo e segundo especialistas este não é o momento de vender. Isso seria, como dizem no jargão financeiro, “realizar” o prejuízo.

O que o mercado quer agora é a garantia de que o governo vai tomar alguma atitude em relação aos fatos que têm sido divulgados sobre a Operação Lava Jato. O mais esperado é a troca do alto escalão da empresa.

Leia mais:  Com preço na lona, é hora de comprar ações da Petrobras? 

Petrobras adia divulgação de balanço para 12 de dezembro

Petrobras: supersalário de diretores custa 46% a mais em 2014

O Ibovespa principal índice da bolsa brasileira fechou nesta segunda em baixa de 2,05%, aos 47.018 pontos. A não publicação do balanço em 13 de novembro foi um fato muito ruim para o mercado que já estava desconfiado. O segundo adiamento do balanço, na sexta-feira (15) foi pior porque os investidores sabem que sem publicar o balanço a empresa não pode emitir dívida para pagar vencimentos futuros.

“Hoje havia uma dívida de R$ 7 bilhões vencendo, sem a publicação do balanço e sem caixa pelos prejuízos acumulados, ninguém sabe como a empresa continuará em solvência. O investidor está questionando isso e esperando que o governo tome uma atitude, de preferência troque a presidente da empresa, pois ela está vendo tudo o que ocorre e não age”, explicou Celso Plácido, estrategista-chefe da XP Investimentos.

Plácido lembra que no último debate presidencial, em 24 de outubro, a presidente Dilma Rousseff disse que as pessoas que comprassem ações da Petrobras ia ganhar dinheiro. Desde então as ações já caíram cerca de 43%.”

“Em 24 de outubro, preferenciais eram negociadas a R$ 16,30, enquanto hoje fechou em R$ 9,18, queda de 43,7%. Já as ordinárias (ON), valiam R$ 15,70 em outubro e hoje fecharam em R$ 8,52 (recuo de 45,7%). É um grande prejuízo. Mas eu não recomendo vender agora, é preciso esperar a recuperação.”

Plácido explica que a não divulgação do balanço auditado gera problemas, pois sem o documento, não é possível emitir novos papéis, nem rolar dívidas. Até junho, a empresa tem R$ 56 bilhões para pagar aos credores.

“A pergunta que todos fazem agora é: como ela vai pagar as dívidas? Como a empresa sai disso? A pressão é pela publicação do balanço auditado, mas também pela troca do alto escalão, pois é preciso sinalizar que algo vai ser feito. A resposta está demorando.”

Fique atento às dicas para investir em ações

Leandro Martins, analista da Walpires Corretora, dá dicas de como o investidor pessoa física deve aplicar dinheiro em ações.

Fique atento aos documentos publicados no Plantão de Empresas do site da BMF&Bovespa; eles detalham compromissos e o planejamento que a empresa assume publicamente e devem nortear a gestão

Leia as divulgações de resultados das empresas que você detém papéis; elas estão sempre disponíveis no site da empresa, em Relações com Investidores (RI)

Para compra de papéis da Petrobras, as ações preferenciais (PN) são mais indicadas porque têm mais liquidez (são mais negociadas) e pagam mais dividendos (distribuem lucros)

Diversifique investimentos – escolha ações de setores diferentes e com embasamento sólido e que descrevem cenário futuro esperado 

Mudanças de divulgação do resultado são maus indicativos, pois indicam que algo fugiu do controle, como ocorreu com a Petrobras no último dia 13

Se for buscar ajuda, troque o gerente do banco por alguém que trabalhe no mercado acionário

    Leia tudo sobre: Bovespa