Tamanho do texto

Os investimentos em execução de projetos e em manutenção de operações existentes deverão somar US$ 10,16 bilhões

A empresa disse que investirá 6,358 bilhões de dólares na execução de projetos
Reuters/Pilar Olivares
A empresa disse que investirá 6,358 bilhões de dólares na execução de projetos

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, anunciou nesta terça-feira que reduzirá o investimento anual pelo quarto ano seguido em 2015, focando recursos apenas em projetos de classe mundial em meio à queda do valor de seu principal produto.

Os investimentos em execução de projetos e em manutenção de operações existentes deverão somar US$ 10,16 bilhões, queda de 26,37% em relação ao total anunciado para 2014.

A empresa disse que investirá US$ 6,358 bilhões na execução de projetos e US$ 3,809 bilhões em manutenção de operações em 2015, segundo fato relevante.

Leia mais: Para Cepal, Brasil, Argentina e Venezuela puxam PIB para baixo

De acordo com a companhia, a queda pelo quarto ano consecutivo no investimento é fruto da manutenção da "disciplina na alocação de capital" e do foco "em projetos de classe mundial".

A mineradora ressaltou que as principais iniciativas de crescimento em minério de ferro são responsáveis por 71% do total orçado para o desenvolvimento de projetos em 2015, com foco na expansão em Carajás, no Pará, e conclusão de Itabiritos, para aumento de produção e melhoria de qualidade do produto extraído.

Em manutenção de operações de minério de ferro, a empresa prevê investir US$ 1,929 bilhão, cerca de metade do total orçado para todos os produtos.

Após o anúncio, houve uma redução na alta das ações da empresa no mercado nesta terça-feira, e os papéis passavam a operar com volatilidade.

Por volta das 13h45, as preferenciais caíam 0,10%.

PRODUÇÃO

A empresa ainda prevê produzir 340 milhões de toneladas de minério de ferro no ano que vem, além de 303 mil toneladas de níquel.

O anúncio foi feito antes do Vale Day, evento anual que acontecerá nesta tarde na Bolsa de Valores de Nova York.

Veja detalhes sobre a projeção de produção em 2015 dos principais produtos (em mil toneladas métricas):

  • Minério de ferro - 340.000
  • Pelotas - 44.400
  • Carvão - 10.633
  • Níquel - 303
  • Cobre - 449
  • Potássio - 476
  • Rocha fosfática - 8.508