Tamanho do texto

Famosa marca de sorvetes abre primeira loja no Brasil no dia 28

Cherry Garcia, Chocolate Chip Cookie Dough e Strawberry Cheesecake. De ínicio, alguns dos mais populares sabores da Ben & Jerry’s podem soar estranhos a ouvidos brasileiros, mas não por muito tempo.

No domingo (28), a sorveteria norte-americana inaugura em São Paulo sua primeira loja no Brasil. Conhecida mundialmente pelos sorvetes de massa cremosa com pedaços de algo mais – brownies, cookies, bananas ou amêndoas –, a marca chega País abraçando uma das causas que identificou como também dos paulistanos: a ocupação de espaços públicos.

Localizada no número 957 da Oscar Freire, entre as ruas Consolação e Bela Cintra, a primeira loja da Ben & Jerry’s será a maior da empresa no mundo e, por isso, planeja uma inauguração de igual porte. Das 10h às 18h de domingo (28), a quadra onde está instalada a sorveteria será fechada para um piquenique urbano com degustações dos sabores, além de shows e workshops. O evento também contará com a presença de um dos fundadores, Jerry Greenfield.

Segundo Kátia Ambrósia, diretora de Sorvetes da Unilever Brasil, empresa que responde pela marca, o consumidor brasileiro não conhece a sorveteria, mas os que já tiveram contato com ela fora do País estão contentes com sua chegada. Antes mesmo de a marca ser anunciada no Brasil, a página global da Ben & Jerry’s no Facebook contava com cinco mil fãs brasileiros. “Agora, com a exposição na mídia, estamos recebendo vários retornos de clientes felizes com a notícia”.

Para a executiva, a localização em uma região cara de São Paulo não deve ser problema para o cliente que desejar experimentar os sabores de Ben & Jerry’s, pois embora a Oscar Freire seja uma rua premium, é também um lugar de fácil acesso a qualquer tipo de público. “Nela, temos não só uma mistura de lojas de marcas fortes e não necessariamente caras, mas também um fácil acesso ao consumidor, pois fica perto da Rebouças e da Paulista”.

O estabelecimento de 318 metros quadrados contará incialmente com 16 sabores da marca, além de milkshakes, bolos de sorvete, café e cones de waffle feitos na hora. Os sorvetes serão vendidos em cones ou em copinhos: uma bola por R$ 10, duas bolas por R$ 14 e três bolas por R$ 17.

Por enquanto, não há um sabor desenvolvido especificamente para o mercado brasileiro. Mas, de acordo com Kátia, a empresa trouxe não só alguns dos mais populares, como também opções bem-sucedidas em mercados similares, como a Austrália, e sabores a base de chocolate, uma preferência universal.

Segundo a executiva, a chegada da marca ao Brasil é estudada pela Unilever, que também é dona da Kibon há cinco anos. Mundialmente, a Ben & Jerry’s está presente em 30 países. “Há um ano, decidimos trazer a marca por entender que o Brasil estava preparado para recebê-la. O consumidor já aceita melhor produtos com uma proposta mais premium e também está abraçando mais causas sociais, que é uma das missões da Ben & Jerry’s no mundo”.

Fundada em 1978 pelos amigos de infância Ben Cohen e Jerry Greenfield, a Ben & Jerry’s é conhecida por ter um modelo de negócio diferenciado, de lucro compartilhado. Todos os produtos são importados e trazem o selo Fairtrade (comércio justo, em português).

A prática estabelece que parte da matéria-prima utilizada nos sorvetes seja comprada de pequenos produtores de países em desenvolvimento, a um preço justo, e que alguns fornecedores de alimentos empreguem pessoas com dificuldades de inserção no mercado de trabalho.

Kátia Ambrósio, diretora de Sorvetes da Unilever Brasil
Divulgação
Kátia Ambrósio, diretora de Sorvetes da Unilever Brasil

Nesse primeiro momento, a Ben & Jerry’s estuda fortalecer a marca e sua chegada ao Brasil abraçando uma causa social e divulgando sua mensagem de paz, amor e sorvete.

“Queremos que o consumidor entenda não só a marca, mas o produto e nossa causa social, que é a ocupação do espaço público, para depois abrirmos o leque. A loja é nosso primeiro ponto de contato com o cliente. Queremos que ele vá lá tomar sorvete na casquinha ou no potinho e até leve para casa em isopor”, afirma Kátia. Para a executiva, o brasileiro quer ajudar na causa, mas às vezes não sabe como, e a Ben & Jerry's quer auxiliá-lo. 

Os planos de expansão da empresa ainda não são divulgados, mas já em 2014, os potes de sorvetes Ben & Jerry's poderão ser encontrados em estabelecimentos selecionados. Em São Paulo, a loja conceito vai funcionar de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 10h às 20h.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.