Tamanho do texto

A forte demanda pelas vans, que começaram a ser produzidas em abril como substitutas para as E-Series, levou à decisão de adicionar o turno, disse a Ford

Reuters

Metalúrgicos trabalham na linha de produção da Ford em São Bernardo do Campo (SP)
Reuters
Metalúrgicos trabalham na linha de produção da Ford em São Bernardo do Campo (SP)

A Ford Motor disse nesta quinta-feira (25) que até o final do ano irá adicionar 1.200 postos de trabalho e um segundo turno para a produção da van comercial Transit em uma fábrica em Missouri, nos Estados Unidos, fazendo da unidade a maior da montadora no mundo em termos de volume.

LEIA MAIS: Morre último neto de Henry Ford, Willian Clay Ford Senior

A forte demanda pelas vans, que começaram a ser produzidas em abril como substitutas para as E-Series, levou à decisão de adicionar o turno, disse a Ford. A expansão está coberta, no entanto, pelo US$ 1,1 bilhão em investimento em 2011, disse uma porta-voz da empresa.

Os novos postos de trabalho vão elevar o quadro na fábrica, que também produz picapes F-150, a mais de 6.000 funcionários. A Ford adicionou 2.800 postos de trabalho na fábrica no subúrbio de Kansas City, Missouri, em 2013 e 2012 para apoiar o lançamento da Transit 2015 e aumento da produção da F-150.

No final do ano, a capacidade anual da fábrica será de cerca de 500 mil veículos, ficando à frente da fábrica da Ford em Valência, Espanha, que tem uma capacidade anual de 465 mil veículos.

A Ford disse que introduziu a Transit na América do Norte em parte para reduzir os custos através da partilha dos trabalhos de design e engenharia ao redor do mundo. Apresentada na Europa em 1965, a Transit vem sendo a van comercial mais vendida na Grã-Bretanha há 49 anos e é vendida em 118 países em seis continentes.

A Transit 2015 foi colocada à venda nos Estados Unidos em junho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.