Tamanho do texto

Iniciativa deve fortalecer significativamente o negócio de óleo e gás da companhia na América do Norte

Reuters

Sede da Siemens AG em Munique, na Alemanha
Reuters
Sede da Siemens AG em Munique, na Alemanha

O conglomerado industrial Siemens disse nesta segunda-feira (22) que comprará a fabricante de equipamentos para campos de petróleo Dresser-Rand por US$ 7,6 bilhões, em uma iniciativa que deve fortalecer significativamente o negócio de óleo e gás da companhia na América do Norte.

LEIA MAIS: França descarta Siemens e Mitsubishi e escolhe GE para aliança com Alstom

A alemã Siemens disse que sua oferta de US$ 83 por ação foi apoiada de maneira unânime pela diretoria da Dresser-Rand. Isso se compara a um preço de fechamento da ação da empresa na sexta-feira (19) de US$ 79,91. O papel subiu 27% nos últimos três meses com especulações sobre uma aquisição.

Minutos após divulgar o comunicado do negócio, a Siemens também informou a venda de sua fatia de 50% na BSH Bosch und Siemens Hausgeraete GmbH para a parceira de joint-venture Robert Bosch GmbH por € 3 bilhões (US$ 3,85 bilhões), encerrando sua aliança de mais de 45 anos no segmento de eletrodomésticos.

"Como marca premium nos mercados globais de infraestrutura energética, a Dresser-Rand se encaixa perfeitamente no portfólio da Siemens. As atividades combinadas criarão uma fornecedora de classe mundial para os crescentes mercados de óleo e gás", disse o presidente-executivo da Siemens, Joe Kaeser, em comunicado nesta segunda-feira (22).

A Reuters divulgou no domingo (21) que as companhias estavam próximas de alcançar um acordo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.