Tamanho do texto

Com a expansão, a Transavia criará 250 vagas para pilotos e dobrará a atual frota, que tem 50 aeronaves

Reuters

A companhia aérea franco-holandesa Air France-KLM planeja investir € 1 bilhão (US$ 1,3 bilhão) no crescimento da sua unidade de baixo custo europeia Transavia, informou a empresa.

A318: o modelo da Airbus é um dos usados pela Air France
Divulgação
A318: o modelo da Airbus é um dos usados pela Air France


O plano criará até 250 novas vagas para pilotos até 2019 e aumentará a frota da Transavia para mais de 100 aeronaves ante 50 atualmente, disse o presidente-executivo Alexandre de Juniac ao jornal francês "Les Echos".

Um porta-voz da Air France-KLM confirmou a notícia.

Juniac disse que a medida permitirá que o negócio "fique entre as maiores empresas de baixo custo na Europa" e não excluiu a possibilidade de uma aquisição para complementar o crescimento. "Se uma oportunidade se apresentar nós a avaliaremos, mas esse não é o caso no momento", afirmou o executivo ao jornal.

Leia tambémRyanair comprará 100 jatos Boeing 737 MAX

A segunda maior companhia aérea tradicional da Europa em receita informou na semana passada que seu Conselho aprovou um plano de abrir novas bases sob a marca Transavia na Europa, em uma tentativa de recapturar participação de mercado de rivais de baixo custo e de rápido crescimento no Oriente Médio.

Ao expandir suas operações de baixo custo, a Air France-KLM segue o exemplo da rival alemã Lufthansa, que está expandindo serviços mais econômicos por meio de sua companhia pouco conhecida Eurowings e considerando uma unidade econômica de voos de longa distância.

Leia também : Maior avião do mundo, Airbus A380 encalha e ganha desconto

Tanto a Lufthansa quanto a Air France, contudo, emitiram alertas de lucro nos últimos meses e estão sob pressão de poderosos sindicatos diante de seus esforços para reduzir custos.

Veja fuselagens inusitadas usadas pelas companhias aéreas internacionais :



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.