Tamanho do texto

Executivo enviou carta à empresa comunicando sua saída

Empresário Eike Batista ao lado do pai, Eliezer, no anúncio dos investimentos no setor portuário
Alan Sampaio / iG Brasília
Empresário Eike Batista ao lado do pai, Eliezer, no anúncio dos investimentos no setor portuário

A petrolífera Óleo e Gás Participações S.A, ex-OGX, anunciou em comunicado que Eliezer Batista da Silva, pai do ex-bilionário Eike Batista, renunciou ao cargo de membro do Conselho de Administração da empresa.

Leia mais:  CVM abre novo processo contra Eike Batista

De acordo com a companhia, Eliezer comunicou que deixaria o posto por meio de uma carta, datada de 31 de agosto de 2014. O executivo ocupava o cargo desde 2 de maio de 2014, após ter sido eleito em assembleia de acionistas.

Em recuperação judicial, a Óleo e Gás protagonizou em outubro passado o maior pedido de concordata da história por uma empresa da América Latina. 

No mês passado, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu um novo processo administrativo para investigar o ex-bilionário Eike Batista e outros sete executivos da empresa OGX (atual Óleo e Gás Participações).

Além deste processo, há outros 11 que foram instaurados contra as empresas de Eike e ainda têm julgamento pendente. No total, mais de 20 executivos estão incluídos nos processos na CVM. Eles ainda podem tentar acordos conhecidos como termos de compromisso, opção já recusada pela CVM em alguns casos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.