Tamanho do texto

Laudo identificou a presença da bactéria Pseudomonas aeruginosa acima do limite estabelecido na legislação

Agência Brasil

Anvisa proibiu a venda de lote de água São Lourenço, da Nestlé, por contaminação
Divulgação
Anvisa proibiu a venda de lote de água São Lourenço, da Nestlé, por contaminação

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (15) no Diário Oficial da União proíbe a distribuição e a comercialização, em todo o território nacional, do Lote 32966047S1 (validade: 23/10/2014) do produto Água Mineral Natural da marca São Lourenço, produzido pela Empresa Nestlé Waters Brasil – Bebidas e Alimentos Ltda.

- Pepsico confirma contaminação de Toddynho e anuncia recall

De acordo com o texto, laudo emitido pelo Instituto Adolfo Lutz identificou a presença da bactéria Pseudomonas aeruginosa acima do limite estabelecido na legislação sanitária no lote. A resolução entra em vigor nesta sexta-feira.

De acordo com o Departamento de Química da Universidade de São Paulo (USP), a bactéria atinge principalmente os pulmões de pessoas que apresentam imunidade baixa.

A Nestlé, em nota, afirma que desde que recebeu o primeiro contato da autoridade sanitária, em fevereiro, tomou a decisão de suspender imediatamente a distribuição e comercialização do referido lote. "A medida foi tomada ainda que controles internos, confirmados por análises realizadas em laboratório certificado pelo Inmetro, em diversas amostras do mesmo lote, não tivessem apontado nenhuma desconformidade com a legislação vigente", afirma a empresa.