Tamanho do texto

Versão vendida na Argentina e Chile deve chegar este ano aos Estados Unidos e Reino Unido, mas não há planos para o Brasil

Para conquistar os adeptos de uma alimentação saudável, a Coca-Cola aceitou o desafio de mudar de cor. Com embalagem verde, a Coca-Cola Life é uma versão sem adoçantes presentes nos produtos light e diet, e sem a quantidade de açúcares de suas bebidas tradicionais.

Coca-Cola Life: vendas na Argentina e no Chile
Divulgação
Coca-Cola Life: vendas na Argentina e no Chile

A proposta da Coca-Cola verde é adocicar os paladares com stévia, substância extraída da planta stevia rebaudiana, encontrada na América do Sul. Seu poder adoçante é maior que o do açúcar refinado, além de conter nutrientes que ajudam a eliminar toxinas do organismo.

O produto já é vendido na Argentina e no Chile, mas não há previsão de ser comercializado no Brasil. A nova versão da bebida teve redução de calorias de 140 para 89, e levanta a bandeira contra os novos vilões da alimentação saudável: adoçantes e açúcar refinado.

Leia mais:  Coca-Cola lança garrafa especial para estimular novas amizades

A marca não inovava tanto em seus produtos desde 2006, quando lançou a Coca-Cola Zero, amplamente comercializada no Brasil em substituição às versões light e diet.

Após o produto ter sido testado nos países sul-americanos, a previsão é de que chegue também aos Estados Unidos e Reino Unido ainda este ano, de acordo com a revista Forbes .

A nova versão será lançada em boa hora nestas praças: o mercado de refrigerantes nestes países estagnou no ano passado. Nos Estados Unidos, segundo a Forbes, as vendas caíram pelo nono ano seguido, com o aumento da preocupação com a saúde e consumo de alimentos saudáveis.

Conheça a evolução das garrafas da Coca-Cola:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.