Tamanho do texto

Schick criou campanha publicitária chamada "Liberte a sua pele" na Nova Zelândia, e critica moda de homens barbudos

A Schick, marca de lâminas de barbear, criou uma campanha publicitária na Nova Zelândia contra a moda criada por consumidores de estilo alternativo, os chamados hipsters, para incentivar as vendas de seus produtos.

Campanha de publicidade da Schick:
Divulgação/Facebook
Campanha de publicidade da Schick: "Vamos encarar: esta barba se tornou selvagem"

Para isso, a marca utilizou fotos de homens com animais peludos pendurados ao rosto com os dizeres: "Vamos encarar: essa barba se tornou selvagem", indicando que a tendência pode ter passado dos limites. 

A marca também fez campanha nas redes sociais com o tema "Liberte a sua pele" e interagiu com seguidores, incentivando para que postem fotos de amigos barbudos e ganhem brindes.

Um aplicativo que distribui cartões com bônus para consumidores que fizerem a barba virtual dos protagonistas da peça publicitária também faz parte da campanha.

Leia também: Denúncia em campanha de chocolate quente choca consumidores

Alguns barbudos acabaram reagindo de forma positiva à publicidade da marca na página da empresa nas redes sociais, postando fotos do antes e depois da barba "selvagem". Outros, porém, se sentiram ofendidos ao terem sua barba comparada a roedores.  


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.