Tamanho do texto

Empresa lança vídeo em que melhor jogador do mundo incentiva fãs a divulgar vídeos sobre superação

Eleito melhor jogador do mundo pela Fifa em 2013, o português Cristiano Ronaldo estrela na véspera da Copa 2014 uma campanha da Herbalife , investigada nos Estados Unidos por suspeita de ser uma pirâmide financeira .

LEIA TAMBÉM: Herbalife, investigada nos EUA, patrocina o Flamengo

Batizada de "Cristiano Ronaldo Busca Perfeição", a campanha incentiva fãs do craque a postarem vídeos ou fotos em redes sociais sobre o que os motiva a conquistarem suas metas. O melhor vídeo será publicado nos perfis oficiais do jogador em duas dessas redes. As postagens devem ser marcadas com a hashtag #CR7drivetoperfection.

A Herbalife se apresenta como uma empresa que vende produtos de nutrição e beleza por meio de marketing multinível – modelo de varejo legal em que comerciantes autônomos são bonificados pelas vendas de outros comerciantes que trazem para a rede.

Nos EUA, entretanto, a empresa enfrenta investigações sob suspeita de ser uma pirâmide financeira. A prática, ilegal, consiste em remunerar os comerciantes mais por trazerem outros integrantes para a rede, e menos pelas vendas de produtos ou serviços.

As apurações estão sendo feitas pela Federal Trade Comission (FTC, instituição de defesa da concorrência), pelo Federal Bureau of Investigations (FBI) e por diversas promotorias estaduais por suspeita de ser uma pirâmide financeira.

A Herbalife afirma desconhecer investigações por parte do FBI e que nunca recebeu nenhum pedido formal ou informal da polícia ou do Departamento de Justiça dos EUA.

Sobre a FTC, a Herbalife informou estar disposta a cooperar totalmente com as apurações.

"Estamos confiantes de que a empresa está em plena conformidade com todas as leis e regulamentos aplicáveis, sendo uma companhia financeiramente sólida e bem sucedida, tendo criado um valor significativo para seus acionistas, excelentes oportunidades para seus distribuidores e com impacto fortemente positivo nas vendas e na saúde dos consumidores há mais de 34 anos", informou a empresa, em nota.

Relação de investigadas com futebol é comum

A relação entre empresas suspeitas de serem pirâmides financeiras e o mundo do futebol é comum. A mesma Herbalife anunciou, neste ano, patrocínio ao clube Flamengo. Também carioca, o Botafogo recebeu R$ 4 milhões da Telexfree , cujas contas foram bloqueadas no Brasil e nos EUA.

No ano passado, o jogador Lucas, do Paris Saint German, estrelou um vídeo da BBom , empresa que está com as atividades parcialmente bloqueadas no Brasil. A assessoria do jogador afirma que o contrato foi firmado antes do congelamento.

Tanto Telexfree como BBom sempre negaram irregularidades.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.