Tamanho do texto

Segundo orgão, campanha "personalize a embalagem com adesivos e sacaneie seu amigo" incentiva a discriminação

A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon do Rio de Janeiro, vai recolher a partir desta quarta-feira (2) os ovos de páscoa Bis Xtra + Chocolate, da Lacta, das prateleiras de supermercados e de lojas de departamentos do Rio de Janeiro.

-Leia também: trocar ovo por bombons pode fazer o presente de Páscoa custar quatro vezes menos

De acordo com o órgão, a campanha publicitária do produto e a mensagem transmitida em sua embalagem (“personalize a embalagem com adesivos e sacaneie seu amigo”) incentivam a discriminação entre crianças e adolescentes. Nos adesivos que podem ser utilizados pelos jovens estão expressões como "morto de fome", "nerd" e "nervosinho".

Procon-RJ recolhe ovos de páscoa Bis Xtra + Chocolate, da Lacta
Divulgação
Procon-RJ recolhe ovos de páscoa Bis Xtra + Chocolate, da Lacta

O órgão também instaurou processo administrativo nesta quarta-feira (2) contra a Mondelez Brasil, a fabricante dos ovos, que suspende a comercialização e determina a apreensão dos produtos que estejam à venda.

De acordo com o Procon Estadual, os gerentes dos estabelecimentos serão responsáveis por informar todas as filiais da rede sobre a suspensão da venda do produto.

Segundo nota do Procon-RJ, o processo determina que as vendas do ovo estarão suspensas até que a mensagem em sua embalagem seja alterada e deixe de conter os textos que "promovem o bullying".

Procurada, a Mondelez Brasil informa que ainda não foi notificada e, por esse motivo, não pode se manifestar. 

Como se faz um ovo de Páscoa? Vídeo mostra produção de fábrica de chocolate