Tamanho do texto

Resultado será afetado pelo inverno no hemisfério norte

Reuters

EasyJet espera ter prejuízo de R$ 200 milhões no primeiro semestre do ano
Oli Scarff/Getty Images
EasyJet espera ter prejuízo de R$ 200 milhões no primeiro semestre do ano

A empresa aérea de baixo custo EasyJet elevou sua expectativa para os resultados do primeiro semestre em 25% nesta terça-feira (25), levando suas ações a um patamar próximo da máxima histórica, na esteira de um rígido controle de custos e na popularidade de seu programa para alocar assentos.

A empresa disse que espera ter um prejuízo antes de impostos de 55 milhões a 65 milhões de libras nos seis meses que se encerram em 31 de março, uma melhora ante a previsão anterior de prejuízo de 70 milhões a 90 milhões de libras.

O grupo, que, como os rivais, tradicionalmente registra prejuízo durante o inverno no hemisfério Norte, quando menos clientes voam, teve um prejuízo de 61 milhões de libras no mesmo período de 2012-13.

Analistas disseram que, embora a empresa não tenha comentado perspectivas para o segundo semestre do ano fiscal, devem ocorrer melhoras nas previsões de consenso.

A presidente-executiva Carolyn McCall disse que a melhora mostra a "vantagem estrutural" da empresa contra não apenas outras rivais de baixo custo, mas também companhias tradicionais.

A receita por assento no período de seis meses deve subir 1,5%, disse a EasyJet, acima da previsão de janeiro de ligeira alta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.