Tamanho do texto

Nestor Cerveró participou do processo de aquisição da Refinaria de Pasadena. Transação está sendo investigada

Agência Brasil

Suspeita é de que tenha havido superfaturamento e evasão de divisas na compra da refinaria americana
Divulgação
Suspeita é de que tenha havido superfaturamento e evasão de divisas na compra da refinaria americana

O conselho de administração da Petrobras Distribuidora (BR Distribuidora), subsidiária da Petrobras para a área de distribuição de combustíveis, aprovou nesta sexta-feira (21) a destituição do diretor financeiro da empresa, Nestor Cerveró, envolvido na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas, em 2006.

A compra da refinaria está sendo investigada pela Polícia Federal, pelo Tribunal de Contas da União, Ministério Público e Congresso Nacional por suspeita de superfaturamento e evasão de divisas.

Leia também:  Trabalhadores da Petrobras pedem apuração da compra de refinaria

Nestor Cerveró, que era diretor da Área Internacional da Petrobras quando houve a aquisição da refinaria texana, foi o responsável pelo parecer técnico que levou o conselho de administração da estatal a aprovar a compra de 50% da Refinaria de Pasadena.

Em nota, a Petrobras informou que o presidente da BR Distribuidora, José Lima de Andrade Neto, vai acumular interinamente as atividades da diretoria.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.