Tamanho do texto

Companhia varejista encerrou 2013 com 856 unidades espalhadas por 297 cidades brasileiras

Reuters

A Lojas Americanas deve manter a abertura de 100 lojas por ano daqui para frente, mantendo o ritmo de expansão entre 2009 e 2013, disse o vice-presidente financeiro e diretor de relações com investidores da varejista, Murilo Côrrea, nesta quinta-feira (13).

-Leia também: Lojas Americanas tem lucro no 4º trimestre e supera expectativas

"Temos recursos para abrir mais, mas nós queremos abrir a loja correta", disse o executivo, em teleconferência com analistas, citando a manutenção do rigor na inauguração dos novos pontos de vendas, para os quais a Lojas Americanas espera retorno do investimento em dois anos.

Companhia divulgou aumento de 10,1% no lucro líquido do quarto trimestre ante 2012
Divulgação
Companhia divulgou aumento de 10,1% no lucro líquido do quarto trimestre ante 2012

A companhia encerrou 2013 com 856 lojas espalhadas por 297 cidades brasileiras, concluindo um programa que previa a abertura de 400 unidades num prazo de quatro anos.

Segundo Côrrea, 2014 deverá ser um ano tão desafiador quanto o ano passado, mas a companhia manterá o foco no crescimento com rentabilidade, sem abrir mão de margens brutas para impulsionar as vendas na base mesmas lojas com preços mais baixos.

Na noite de quarta-feira (12), a companhia divulgou aumento de 10,1% no lucro líquido do quarto trimestre ante igual etapa de 2012, a R$ 273,2 milhões.

Em relatório, a equipe de analistas do Citi liderada por Renata Coutinho avaliou o aumento de 10% nas vendas nas mesmas lojas como uma "surpresa positiva", acrescentando que os resultados operacionais e a perda com as operações da sua controlada de comércio eletrônico B2W vieram melhores que o esperado.

Às 15h49, as ações da companhia subiam 1,11%, a R$14,62, enquanto o Ibovespa caía 1,05%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.