Tamanho do texto

Segunda maior petroleira dos Estados Unidos diminuiu projeções para 3,1 milhões barris de óleo equivalente por dia

Reuters

Em janeiro, a Chevron disse que esperava uma produção de 2,6 milhões de boed neste ano
Getty Images
Em janeiro, a Chevron disse que esperava uma produção de 2,6 milhões de boed neste ano

A Chevron, segunda maior empresa de petróleo dos Estados Unidos, reduziu nesta terça-feira (11) as projeções para sua produção em 2017 em 6%, citando menores preços do gás natural, aumento de custos e atrasos em projeto.

Como muitos de seus pares, a empresa tem visto resultados mistos para seus gastos elevados para aumentar a produção de petróleo e gás natural, e os acionistas no setor estão pressionando por mais disciplina em custos.

A Chevron reduziu sua perspectiva de produção para 3,1 milhões barris de óleo equivalente por dia (boed) em 2017, ante 3,3 milhões de boed, mas manteve os planos de gastar US$ 40 bilhões este ano em projetos, tanto quanto no ano passado.

Veja também:  Votorantim Industrial tem prejuízo líquido de R$ 34 milhões no quarto trimestre

"Nossa estratégia de crescimento permanece intacta, embora algumas coisas tenham mudado", disse o presidente-executivo John Watson, em um evento da empresa para analistas em Nova York.

Em janeiro, a Chevron disse que esperava uma produção de 2,6 milhões de boed neste ano, alta de 0,5% ante 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.