Tamanho do texto

Com lucro operacional de € 5 bilhões, montadora de carros alemã vendeu 1,5 milhão de unidades no ano passado

A alemã Audi, braço da Volkswagen, atingiu nível recorde de vendas globais em 2013, com 1,5 milhão de unidades. A montadora de carros de luxo alcançou, no ano passado a meta traçada para até 2015.

Audi vendeu 1,5 milhão de unidades em 2013, recorde global
Divulgação
Audi vendeu 1,5 milhão de unidades em 2013, recorde global

“Foi um ano extraordinário”, afirmou o presidente executivo da companhia, Rupert Stadler, durante coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (11) em Ingolstadt, Alemanha.

A companhia aumentou o faturamento em 2,3%, para € 49 bilhões em 2015, com lucro operacional de € 5,03 bilhões. Contudo, esse resultado ficou abaixo de 2012 (de € 5,3 bilhões), devido a um aumento de 10% nos investimentos com pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e tecnologias.

“Nosso resultado foi impulsionado, especialmente, à maior demanda por novos modelos da linha A3”, explica o diretor de finanças da Audi AG, Axel Strotbek.

Veja também: Audi investirá € 22 bilhões até 2018

O resultado global da Audi caminha na contramão do desempenho das vendas de veículos na Europa, que “parece ter atingido seu pior nível no ano passado”, nas palavras de Stadler.

“Desde a pré-crise, em 2007, o mercado europeu afundou para um quarto de seu tamanho. A Audi foi a única entre as três grandes montadoras que conseguiu desafiar a crise com sucesso”, disse o executivo. No período da crise, a montadora cresceu a uma taxa de 5%, enquanto as vendas no continente despencaram.

Montadora produzirá no Brasil e México

Em 2014, a montadora passará a produzir mais carros no exterior do que na Alemanha – confirmando a aposta no crescimento do mercado de luxo em países emergentes como Brasil e México.

No ano passado, a Audi confirmou que produzirá modelos nos dois países latinos até 2016. O A3 Sedan deve começar a ser produzido no Brasil no primero semestre de 2013. A produção será compartilhada na fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR).

Atualmente, a empresa possui 12 fábricas espalhadas por 10 países. Em 2013, a Audi abriu unidades na China e na Hungria.

A montadora também anunciou que planeja investir € 22 bilhões em inovação e novas tecnologias até 2018, além de utilizar parte deste aporte para expandir sua estrutura pelo mundo.

Na Alemanha, a empresa empregará mais 1.500 funcionários e oferecerá bolsa para 750 aprendizes – na expectativa de aumentar o faturamento para € 50 bilhões no ano fiscal de 2014.

* A repórter viajou a Ingolstadt a convite da Audi

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.