Tamanho do texto

O número veio pior que a estimativa média de analistas de um recuo de 0,1%

Reuters

O McDonald's divulgou nesta segunda-feira (10) uma queda maior que a esperada nas suas vendas globais comparáveis em fevereiro, afetado pela concorrência e por más condições climáticas nos Estados Unidos.

Nos EUA, as vendas nos mesmos restaurantes caíram 1,4% no mês passado
AE
Nos EUA, as vendas nos mesmos restaurantes caíram 1,4% no mês passado

A maior rede de restaurantes do mundo em receita disse que as vendas globais em restaurantes abertos há pelo menos 13 meses caíram 0,3% no mês passado. O número veio pior que a estimativa média de analistas de um recuo de 0,1%, de acordo com a Consenso Metrix.

O vice-presidente financeiro do McDonald's, Pete Bensen, afirmou em um comunicado que as vendas comparáveis globais inalteradas até agora no ano "vão pressionar as margens" no primeiro trimestre.

Veja também: Americano processa McDonald's em US$ 1,5 milhão por falta de guardanapo

O McDonald's registrou quase dois anos de vendas turbulentas em restaurantes estabelecidos nos EUA, em meio a um fraco crescimento econômico, aumento da concorrência e decisões internas que complicaram seus menus e retardaram seu serviço.

Nos EUA, as vendas nos mesmos restaurantes caíram 1,4%, num resultado pior que a queda de 0,6% estimada por analistas.

Na Europa, que superou os Estados Unidos como maior mercado em receita para a empresa, as vendas nos mesmos restaurantes subiram 0,6 por cento no mês passado. As vendas caíram 2,6% na região de Ásia-Pacífico, Oriente Médio e África (APMEA).

As vendas na Grã-Bretanha e França lideraram o caminho na Europa, enquanto o fraco resultado no Japão pesou nas vendas da Ásia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.