Tamanho do texto

Após acordo com a operadora e proprietária norte-americana de shoppings, ações da empresa brasileira dispararem

Reuters

A operadora e proprietária norte-americana de shoppings DDR acertou a venda de sua participação na joint venture (um empreendimento conjunto) que controla a Sonae Sierra Brasil por US$ 343,6 milhões, num acordo que fez as ações da empresa brasileira dispararem.

Os papéis da Sonae Sierra Brasil operavam em alta de 11,8%, às 12h29, a R$ 17,44, enquanto o Ibovespa, índice do qual a empresa de shoppings não faz parte, caía 1,5%.

A DDR afirmou que Alexander Otto, o maior acionista individual da companhia, e seus afiliados acordaram a compra da fatia de 50% da DDR na Sonae Sierra Brazil BV Sarl, empresa que detém 66,65% do capital social da Sonae Sierra Brasil.

Veja também:  Marfrig vê cenário favorável para abrir capital de unidades no exterior

Em comunicado, a Sonae Sierra Brasil informou que preço da transação contempla a fatia indireta na companhia e a participação detida pela Sonae Sierra Brazil BV Sarl no empreendimento Parque D. Pedro Shopping, localizado em Campinas (SP).

O fechamento da operação deve ser concluído nos próximos 30 dias e está sujeito à negociação de um acordo de compra e venda definitivo.

Sediada em Beachwood, Ohio, a DDR disse que usará os recursos da venda para comprar e desenvolver shopping centers de alto padrão nos Estados Unidos.

"Ao sair de nosso investimento no Brasil, nós reforçamos nosso compromisso de reduzir os riscos soberanos, cambiais e de desenvolvimento em uma transação com poucos atritos", disse o vice-presidente financeiro da DDR, David Oakes, em comunicado.

Leia também:  McDonald's tem queda de 0,3% nas vendas em fevereiro

Investidores têm se tornado mais cautelosos com o Brasil devido aos custos mais altos de empréstimos e à futura eleição presidencial, como também por expectativas de que o Federal Reserve, o banco central dos EUA, continuará reduzindo seu estímulo monetário que há anos sustenta o apetite por risco em mercados emergentes.

A DDR é proprietária e opera mais de 400 shopping centers em 39 Estados norte-americanos, em Porto Rico e no Brasil. Alexander Otto detinha pouco mais de 11% das ações da DDR em 18 de junho de 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.