Tamanho do texto

Companhia registrou prejuízo líquido 171% maior em 2013

Reuters

Avião da Malaysian Airline desapareceu no último sábado (8)
Reuters
Avião da Malaysian Airline desapareceu no último sábado (8)

O desaparecimento do avião da Malaysian Airline System (MAS) poderá ameaçar o plano da companhia aérea de voltar ao lucro até o fim deste ano, afirmaram analistas.

O voo MH370 desapareceu no sábado (8) com cerca de uma hora de voo partindo de Kuala Lumpur, depois de subir a uma altitude de cruzeiro de 35.000 pés (10.670 metros).

A MAS, que viu seu prejuízo líquido subir 171% em 2013, para 1,17 bilhão de ringgit (US$ 359,12 milhões), pode ver perda de reservas em função do desaparecimento do avião, com alguns analistas acreditando que isso poderá levar a uma mudança na administração da companhia.

Veja também: Chineses reclamam por falta de notícias sobre voo desaparecido na Malásia

"Nós não descartamentos a possibilidade de mudanças na alta cúpula da MAS dados os decepcionantes resultados financeiros e a gravidade do incidente atual", disse Daniel Wong, analista de ações do Hong Leong Investment Bank, em Kuala Lumpur, em um relatório nesta segunda-feira (10).

Funcionários da MAS não quiseram comentar sobre eventuais alterações na gestão, dizendo que o foco principal da empresa é cuidar das famílias dos passageiros do jato desaparecido.

O último incidente é o segundo para a MAS depois de uma aeronave Twin Otter pertencente à MASWings, uma unidade da companhia, ter caído em outubro de 2013 ao tentar pousar, matando duas pessoas.

A MAS tem buscado uma virada desde a última vez que registrou lucro líquido anual, em 2010, de 237 milhões de ringgit. Mas rotas deficitárias e a competição com aéreas de baixo custo como a AirAsia têm prejudicado a companhia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.