Tamanho do texto

Conquistar os mercados emergentes pode levar grupo alemão a se tornar o maior fabricante do mundo

Reuters

O plano da Volkswagen de fazer um carro mais barato para os mercados emergentes, uma parte chave para tornar-se a maior montadora do mundo, está estagnado. O o grupo alemão está se esforçando para cumprir as metas de custos para o veículo, disse um executivo.

Enquanto não atingir objetivos, projeto ficará estagnado
Reprodução
Enquanto não atingir objetivos, projeto ficará estagnado

A maior fabricante de automóveis está tentando há mais de um ano alcançar requerimentos de custos para o veículo, que provavelmente seria vendido entre 6 mil euros e 8 mil euros e seria produzido na China, o maior mercado para este tipo de carro.

Leia também: Renault, Toyota e Volks superam rivais na Europa

"Está ficando cada vez mais difícil" alcançar as metas de custos necessários para aprovar a produção do carro mais barato, disse o chefe de desenvolvimento de marcas da VW, Heinz-Jakob Neusser, durante a feira de Genebra nesta terça-feira (4).

A Volks não tem uma forte presença em mercados como a Índia e o sudeste da Ásia, que são dominados por modelos mais simples e, sem um carro mais barato bem-sucedido, analistas questionaram se o grupo será capaz de cumprir sua meta de se tornar a maior montadora do mundo em 2018.

Se aprovado, este tipo de veículo minaria o Up!, um carro de 9,85 mil euros, o modelo menor e mais barato da marca, que só é vendido na Europa e no Japão. O veículo de duas portas chegou ao mercado em dezembro de 2011 e foi lançado como o primeiro carro elétrico da montadora no ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.