Tamanho do texto

Segundo comunicado da ANP e da Marinha, não há registro de feridos e não há risco à navegação

De acordo com nota da Marina, não há risco de vazamento de petróleo
Agência Petrobras - 6.10.2013
De acordo com nota da Marina, não há risco de vazamento de petróleo

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) interditou a plataforma de petróleo da empresa Noble Paul Wolf (SS-53), a serviço da Petrobras, que virou na madrugada de nesta sexta-feira (28), na Bacia de Campos, norte fluminense.

-Leia também: MPT flagra irregularidades em cinco plataformas da Petrobras

A informação está em nota conjunta da ANP com a Marinha do Brasil, distribuída no início da tarde.

De acordo com a nota, não há risco de vazamento de petróleo. A plataforma está no Campo de Marlim, e já foi estabilizada. A Marinha enviou para o local um navio de patrulha e um helicóptero.

“A ANP interditou, por medida cautelar, a Sonda SS-53, até que sejam restabelecidas as condições regulamentares de segurança operacional. A Sonda SS-53, que se encontrava no Poço 7-MRL-222HPA-RJS, estava em operação de reentrada e completação do poço, que permanece fechado com tampões de cimento, não havendo risco de vazamento de hidrocarbonetos no mar”, diz a nota.

Segundo a ANP e a Marinha, não há registro de feridos e não há risco à navegação. Sobrevoos sobre o local não identificaram indícios de poluição no mar. Foi aberto um processo de investigação, com prazo de conclusão até 90 dias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas