Tamanho do texto

Modelo é usado, principalmente, para pulverização de fertilizantes e defensivos nas lavouras

Agência Estado

O avião agrícola Ipanema, fabricado pela Embraer em Botucatu, região de Sorocaba (SP), atingiu nesta segunda-feira (16) a marca de 1,3 mil unidades entregues. O avião comemorativo é o oitavo comprado pela Fort Aviação Agrícola desde 2007, quando essa empresa começou a operar na região de Rio Verde, polo de agricultura do interior de Goiás.

O Ipanema é fabricado de forma ininterrupta há mais de 40 anos. Em 2012, a Embraer produziu e entregou 66 aparelhos para clientes do Brasil e dos países da América Latina, 12% a mais que em 2011. A previsão para 2013 é de que sejam entregues 70 aviões.

-Leia também: Embraer está otimista com novas vendas de jatos comerciais em 2014

O Ipanema é usado, principalmente, para a pulverização de fertilizantes e defensivos nas lavouras, mas também para espalhar sementes, povoar rios com alevinos e combater incêndios florestais. De acordo com a Embraer, a perpetuidade do modelo se deve à confiabilidade e eficiência.

"Ao longo dos anos, melhorias e avanços foram incorporados levando em conta as necessidades e demandas dos clientes, o que tem assegurado à aeronave a liderança no mercado em que atua."

O Ipanema foi o primeiro avião produzido em série no mundo a sair de fábrica certificada para voar com etanol, mesmo combustível usado em automóveis. O modelo movido a álcool hidratado está disponível desde 2005. Hoje, cerca de 40% da frota em operação é movida a etanol e 80% dos novos aviões são vendidos com essa configuração.