Tamanho do texto

Nova multinacional com sede no Brasil atuará em quatro continentes. Fusão gera um mercado de 100 milhões de clientes, 70% no País

A fusão entre as empresas de telecomunicações Oi (Brasil) e Portugal Telecom (Portugal) resultará na criação da CorpCo, multinacional de grande porte que terá sede no País. Comandada por Zeinal Bava, CEO da Oi, a nova empresa calcula que gerará uma sinergia em torno de R$ 5,5 bilhões.

Como fruto da operação, a Oi receberá uma injeção de capital de R$ 13,1 bilhões. Parte dos recursos virá da Portugal Telecom (R$ 7 bilhões), e o restante por meio da subscrição de ações (que prioriza os acionistas na compra dos novos ativos).

O processo já conta com a adesão da Telemar Participações e de um veículo gerido pelo BTG Pactual – que irão subscrever ações no valor de R$ 2 bilhões –, mas também será aberto a acionistas minoritários.

Ao incorporar os negócios da Oi e da PT, a CorpCo será dona de um mercado de 100 milhões de clientes, 70 milhões deles com base no Brasil. Com a fusão, a multinacional passa a atuar em quatro continentes (América, Ásia, África e Europa) e deve incorporar as ações das duas operadoras nas bolsas de São Paulo, Nova York e Lisboa, seguindo padrões internacionais de governança corporativa.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.