Tamanho do texto

Segundo fabricante, cinco executivos, entre eles Mike Sinnett, terão seus cargos alternados para aumentar a experiência e força da equipe

Reuters

Multidão observa a chegada do primeiro 787 Dreamliner em Manchester, na Inglaterra
Getty Images
Multidão observa a chegada do primeiro 787 Dreamliner em Manchester, na Inglaterra

A Boeing disse nesta sexta-feira (26) que estava alternando cinco executivos em sua divisão de aeronaves comerciais, incluindo Mike Sinnett, o engenheiro-chefe do 787 Dreamliner, setor que tem sido afetado por uma série de desafios técnicos.

-Veja também: Qatar tira de serviço um Boeing 787 Dreamliner enquanto falhas se acumulam

Sinnett será vice-presidente de desenvolvimento de produtos, enquanto Bob Whittington, agora engenheiro chefe do modelo 777 da Boeing, assumirá o cargo de engenheiro-chefe do projeto para o 787, disse a companhia em comunicado para os funcionários.

O documento diz que os movimentos pretendem dar a cada uma das cinco pessoas envolvidas uma oportunidade para ampliar sua experiência, aumentando "a força de nossas equipes".