Tamanho do texto

A siderúrgica anunciou um prejuízo líquido de R$ 22 milhões no segundo trimestre do ano, uma diminuição de 74% em relação às perdas relatadas no mesmo trimestre do ano passado

Agência Estado

Usiminas registrou prejuízo líquido de R$ 22 milhões no segundo trimestre do ano
Futura Press
Usiminas registrou prejuízo líquido de R$ 22 milhões no segundo trimestre do ano

A Usiminas anunciou um prejuízo líquido de R$ 22 milhões no segundo trimestre do ano, uma diminuição de 74% em relação às perdas relatadas no mesmo trimestre do ano passado. Na comparação com o primeiro trimestre do ano houve um recuo de 87% prejuízo.

Veja também: Expectativa de mudança em imposto pressiona Usiminas, Braskem e Petrobras

O Ebitda (lucro antes de juros, depreciação e amortização) no critério ajustado para o intervalo entre abril e junho deste ano ficou em R$ 441 milhões, aumento de 90% em relação ao mesmo período do ano passado e um crescimento de 40,9% em relação aos primeiros três meses do ano. O dado inclui a participação no resultado de controladas e coligadas e considera a participação proporcional de 70% da Unigal.

Já a receita líquida foi de R$ 3,244 bilhões, leve alta de 0,4% ante igual intervalo de 2012 e de 2% em relação ao primeiro trimestre do ano. O trimestre continuou sendo desafiador para a companhia mineira, diante de um cenário de preços comprimidos e grande ociosidade da indústria de aço plano no mercado internacional.

No trimestre um dos destaques foi a venda da unidade Automotiva pela empresa, por R$ 210 milhões. A companhia já havia anunciado que está trabalhando para recuperar suas margens operacionais e que a venda de ativos dados como não estratégicos e fora do core business (negócio principal) são passíveis de serem vendidos. Com o negócio de mineração passando por um momento mais difícil, a companhia está focada em seus investimentos em mineração.

Veja também: Usiminas é provável candidata a porto da MMX, segundo Banco Espírito Santo

O planejamento da empresa prevê que a conclusão do projeto de expansão da divisão de mineração da Usiminas para 12 milhões de toneladas deverá acontecer ainda no segundo semestre deste ano.