Tamanho do texto

Empresa investirá R$ 200 milhões no 'Programa Uma Terra Duas Águas' em 12 meses

Agência Estado

Iniciativa prevê a construção de 20 mil sistemas de captação e armazenamento de água da chuva
Divulgação
Iniciativa prevê a construção de 20 mil sistemas de captação e armazenamento de água da chuva

A Petrobras inaugurou nesta terça-feira (23) as primeiras cisternas do "Programa Uma Terra Duas Águas", iniciativa que prevê a construção de 20 mil sistemas de captação e armazenamento de água da chuva em 210 municípios do semiárido. A Petrobras investirá R$ 200 milhões no programa em um período de 12 meses.

-Veja também: Petrobras reavalia refinaria no Ceará até o fim do mês

A cerimônia de lançamento do "Programa Uma Terra Duas Águas" foi em Areia Branca, no Rio Grande do Norte, e contou com a presença do diretor de Exploração e Produção da Petrobras, José Miranda Formigli, além de outros executivos da Petrobras e lideranças políticas regionais.

O projeto é desenvolvido pela Associação Um Milhão de Cisternas Rurais para o Semiárido Brasileiro (AP1MC) e faz parte de um conjunto de ações para enfrentamento da maior estiagem dos últimos 50 anos na região.

"O objetivo é promover o desenvolvimento rural, estimular a geração de renda e garantir a segurança alimentar de 20 mil famílias de agricultores", destacou a Petrobras em nota.