Tamanho do texto

Receita da empresa subiu levemente para US$ 35,3 bilhões, ante US$ 35 bilhões há um ano

Agência Estado

A Apple anunciou, na tarde desta terça-feira (23), um lucro líquido de US$ 6,9 bilhões (US$ 7,47 por ação) no terceiro trimestre fiscal, encerrado em 30 de junho, 22% menor do que o lucro de US$ 8,8 bilhões (US$ 9,32 por ação) no mesmo período do ano passado.

-Veja também: para juíza, Apple conspirou com cinco editoras para aumentar preço de e-books

O resultado, porém, superou as expectativas dos analistas, que previam lucro por ação de US$ 7,32. A receita da companhia subiu levemente para US$ 35,3 bilhões, ante US$ 35 bilhões há um ano.

As vendas de iPhones cresceram em bases anuais, atingindo um recorde para o trimestre, mas as vendas de iPads e dos computadores pessoais Macs recuaram.

Vendas de iPhones cresceram, mas as de iPads e de computadores pessoais Macs recuaram
Getty Images
Vendas de iPhones cresceram, mas as de iPads e de computadores pessoais Macs recuaram

A margem bruta da Apple recuou para 36,9%, em comparação com 42,8% há um ano, enquanto as vendas internacionais representaram 57% da receita da companhia.

A Apple vendeu 31,2 milhões de iPhones no trimestre —um recorde para os três meses até junho— ante 26 milhões no mesmo período do ano passado.

Já as vendas de tablets iPads tiveram queda para 14,6 milhões, de 17 milhões há um ano, e as vendas de Macs totalizaram 3,8 milhões, de 4 milhões no mesmo trimestre do ano passado.

"Estamos particularmente orgulhosos do nosso recorde de vendas de iPhone nesse trimestre, de mais de 31 milhões, e do forte crescimento da receita com o iTunes", disse Tim Cook, presidente da Apple.

Para o quarto trimestre fiscal de 2013, a Apple projeta receita entre US$ 34 bilhões e US$ 37 bilhões e margem bruta entre 36% e 37%.

A reação dos investidores ao resultado da Apple foi positiva, com as ações subindo 4,74% no after hours. No pregão tradicional, os papéis da companhia encerraram com queda de 1,72%.